O que é

shock-absorber-suspension-whatitis_image

O sistema de suspensão de um veículo é uma estrutura complexa que compreende diversos componentes:

  • amortecedores
  • molas
  • braços oscilantes
  • rolamentos da roda
  • juntas homocinéticas
  • pneus

Os amortecedores devem trabalhar de modo controlado e harmónico, para fornecer o máximo nível de conforto e a maior segurança de condução possível.

Entre os muitos sistemas desenvolvidos pelas empresas para tornar a condução mais segura, está o ESC (Electronic Stability Control), sistema de controlo eletrónico da estabilidade.

Quando o sistema percebe que a viatura está a guinar, quando a oscilação ou a inclinação do veículo são demasiado marcadas, ou quando os pneus começam a perder aderência, o ESC reduz instantaneamente a velocidade do motor, ativando um dos travões individuais ligados às rodas com a intensidade necessária para manter o controlo do veículo.

Em contato com um Concessionário para: Marcação Estimativa de preço Informação

AmortecedoresDescobrir

MolasDescobrir

Braços oscilantesDescobrir

Rolamento de rodaDescobrir

Junta homocinéticaDescobrir

Sabia que?

Desgaste lento e progressivo
 

Desgaste lento e progressivo<br /> 

O desgaste dos amortecedores é lento e progressivo e afeta muitos componentes do sistema de suspensão, como pneus, molas de suspensão e outros elementos mecânicos. Regra geral, temos tendência a compensar a perda de eficácia dos amortecedores adequando o estilo de condução, a maior parte das vezes sem nos apercebermos disso, mas quando se fala de segurança ativa, a manutenção do automóvel é particularmente importante. No entanto, calcula-se que mais de 50% dos automóveis circulem com amortecedores descarregados ou danificados. Atenção: amortecedores gastos reduzem a estabilidade do veículo, o comportamento em curva e provocam alongamento do espaço de travagem. A distância de imobilização chega a aumentar 2 ou 3 metros viajando a 80 km/h quando os amortecedores não estão em estado de perfeita eficiência.

Amortecedores e molas: uma ligação perfeita

Amortecedores e molas: uma ligação perfeita

Os amortecedores e as molas trabalham em conjunto para manter os pneus em contacto com a estrada. Se as molas estiverem excessivamente gastas, podem ceder, dando origem a solicitações suplementares sobre os amortecedores. Para manter um contacto constante com a estrada, os amortecedores e as molas devem ser substituídos em simultâneo, sempre aos pares por eixo. Aconselhe-se junto da Oficina Autorizada FIAT de sua confiança, que saberá sugerir-lhe a melhor solução para as suas exigências.

Um pouco de história
 

Um pouco de história  <br /> 

«As ciências mecânicas são das mais nobres e mais úteis entre todas, porque, graças a elas, todos os corpos animados efetuam a operação para a qual foram concebidos», Leonardo da Vinci.

No século XV, durante os estudos relativos a atrito, Leonardo da Vinci descobriu o princípio do rolamento de esferas. Intuiu que o atrito seria inferior se as esferas não se tocassem ente si; preparou, assim, separadores, ou seja, as atuais gaiolas de contenção, que permitiam que as esferas se movessem livremente.

Mas foi preciso esperar até à Revolução Industrial para assistir à aplicação do rolamento nos progressos técnicos e no desenvolvimento da indústria. A primeira patente de rolamentos de esferas foi proposta em 1794.

Os conselhos da FIAT

Os amortecedores afetam diretamente:

  • o conforto de condução;
  • o comportamento em estrada, especialmente em curva;
  • o espaço de travagem;
  • o desgaste dos pneus.

Para prolongar a vida dos amortecedores, é aconselhável:

  • mandar controlá-los em cada revisão;
  • substituí-los sempre aos pares: lados direito e esquerdo:
  • substituir também os tampões de fim de curso e as proteções contra poeiras.

Em média, os amortecedores devem ser substituídos com intervalos de 80.000 km. Todavia, dependendo do tipo e do estilo de condução, o desgaste pode ser diferente.

shock-absorber-suspension-advices_image

Para uma manutenção completa, a Mopar® Vehicle Protection oferece a fórmula personalizada que permite substituir a peças mais sujeitas a desgaste e efetuar as revisões de manutenção programada.
Os planos de manutenção Mopar® Vehicle Protection protegem-no contra custos imprevistos de manutenção e possíveis aumentos de preços, pois cada plano prevê um desconto fixo ao longo do tempo nas Peças Originais utilizadas.

Autodiagnóstico

Para perceber se é necessário substituir os amortecedores, tome atenção a alguns comportamentos anómalos do veículo:

  • espaços de travagem mais longos;
  • reduzida eficiência do ABS e do ESP;
  • menor aderência e tendência para desviar em curva;
  • fraca aderência com rajadas de vento lateral e sobre piso molhado;
  • aquaplaning mesmo a baixa velocidade;
  • solavancos excessivos e ruído em andamento ou em manobras;
  • excessiva folga do volante;
  • oscilações anómalas em travagem ou aceleração;
  • desgaste anómalo dos pneus (irregular ou demasiado rápido).

Quando é que é necessário substituir os braços oscilantes?

  • quando se ouvem ruídos metálicos ao passar sobre obstáculos;
  • quando existe folga no eixo traseiro;
  • quando as peças em borracha estão deterioradas.
Quando notar uma destas anomalias, marque de imediato um controlo na Rede de Assistência FIAT.